copyright © 2019 São Lourenço Convention & Visitors Bureau

Design por Luciana Máximo - Criado com Wix.com

São Lourenço Convention & Visitors Bureau
35 3331-8579    35 98856-0035

Rua Cel. José Justino, 688 - loja 9
Shopping Bavária - Centro - São Lourenço - MG

Buscar
  • SL Jazz & Blues

Vasco Faé, o “Manoblues”

O trabalho solo de Vasco Faé é hoje uma referência nacional dentro do cenário Blues, ao completar 23 anos de carreira profissional, com três CDs solo lançados, sendo um ao vivo, que é o atual lançamento de sua carreira. O Manoblues foi pioneiro no Brasil a se arriscar na arte da coordenação motora ao tocar a gaita no suporte com outros instrumentos de maneira musical e não apenas figurativa, tendo influenciado toda uma geração de gaitistas desde o início dos anos 90. Gravou participações em incontáveis discos de artistas de gêneros variados, sempre com sua personalidade marcante e estilo inconfundível e é o autor das mais antológicas versões bluesy de músicas brasileiras, como o Trem das 11, Medo da Chuva, entre outras. Dentre todos os trabalhos em que participa estima-se que já realizou mais de 1900 apresentações pelo país. Nessas andanças criou seu "Caixa Automático" com o sistema "self-service" para venda de CDs que tem dado resultados incríveis. Dividiu palco com inúmeros artistas tais como Herbert Viana, Nando Reis, Dinho Nascimento, Pitty, Caetano Veloso, entre outros.

O show atual do Manoblues está mais arrojado que nunca. Está aí um exemplo perfeito de alguém que se re-inventa através do tempo. Tocando gaita, guitarra, voz, bumbo e caixa, Faé mostra definitivamente porque sua musicalidade é tão impactante e difere de qualquer outro homem-banda que tenha surgido desde iniciou esse estilo no Brasil em 1994. A interpretação sempre emocionada, o amor que dedica a música e a técnica sofisticada e única desenvolvida ao longo de duas décadas tocando vários instrumentos juntos, e separadamente fazem de uma apresentação solo do Manoblues algo jamais visto.

Entre solos de gaita ou guitarra levados ao limite do feeling e da técnica apurada está uma interpretação vocal impecável, além de afinadíssima, considerada por muitos uma das maiores vozes do Blues no Brasil. O Manoblues ainda se utiliza de recursos como pedais de efeitos como Oitavador, Delay, T-Wha e Loopstation para produzir os mais variados sons de guitarra, ruídos, efeitos psicodélicos, etc … Mas também sabe como tocar o Blues de raiz como poucos, guitarras com bottleneck que remetem as profundezas dos Blues mais carregados, Soul, Rock, Funk, com levadas de bumbo e caixa que fazem as pessoas se contagiarem a ponto de dançarem com a banda de um homem só.


Quando o Manoblues começou a tocar vários instrumentos simultaneamente muito provavelmente não havia outro mono-banda ou one man band no Brasil. Isso foi há 20 anos quando começou a usar gaita com guitarra, voz, bumbo e meia lua nos locais onde ja tocava guitarra, gaita e voz. Apesar de hoje não ser o único e nem ter inventado esse estilo mantém-se na vanguarda tanto pelo bom gosto musical como também por tratar-se de alguém que aprendeu a tocar os instrumentos separadamente. Tocou em algumas bandas como baterista, toca guitarra nas bandas e projetos que faz parte, gravou incontáveis participações em CDs como gaitista bem como gravou várias músicas em seus CDs tocando todos os instrumentos.

6 visualizações